CALDEIRADA DE ENGUIAS


Domingo chuvoso este. Chuva congelada, que não tem nada a ver com a época do ano.
Os Domingos à tarde são o único dia em que tiro algumas horas só para mim. Normalmente tenho um grupo de amigos a jantar aqui em casa, por isso "recolho-me" durante a tarde, para descansar, desfazer a barba, passar o pente zero na careca, preparar o jantar...
Vou lá abaixo à garrafeira buscar meia dúzia de garrafas, porque esta gente, se são bons garfos, são melhores copos e a mim dá-me um prazer enorme vê-los satisfeitos. Com as enguias vai um Quinta da Cabriz. Prefiro sempre os alentejanos, mas os seus tintos não são o ideal para acompanhar peixe (excepto o bacalhau). Para este prato, curiosamente, não recomendo brancos, embora os gostos sejam relativos.
Faço a selecção das músicas para a noite e ponho-as logo num cd. Passam sempre por uma mistura de fados, blues e uma ou outra rancheira mexicana, que adoro ter em fundo durante um jantar falante. Quem gosta, gosta e quem não gosta azar, porque a casa é minha e eu na casa dos outros "aguento" o que eles querem tocar.
Bem, antes que hajam outras interpretações, o cd é gravado de originais que tenho. Nunca roubei música da net, porque respeito e valorizo muito o trabalho dos artistas. Apenas os junto num Mp3, com material suficiente para umas 5 horas. Assim não tenho que andar sempre a mudar o disco durante a noitada.

O jantar de hoje é o resultado de uma pescaria que aconteceu na quarta-feira, obra de um grupo de amigos que vivem a vida, ao contrário de mim, que actualmente apenas sobrevivo.
Não se pode ter tudo e eu tenho as minhas prioridades bem definidas...
Quinta de manhã apareceram-me aqui com um balde de enguias. Confesso que em 21 anos, comi-as uma única vez nesta terra. Não gostei. Sendo da "capital das enguias", logo me dei conta que não tinham nada a ver com o que eu conhecia por enguias. Digo conhecia, porque até na Murtosa , actualmente a maioria das enguias que se comem, são marroquinas. Sinais dos tempos e da incompetência dos governantes dos últimos 30 anos, que foram deixando a minha Ria avançar para o lamentável estado de degradação em que se encontra. Estas que vou cozinhar hoje valem pelo facto de serem pescadas por um grupo de "sapateiros", que de pesca não percebem nada. Até nem estou ainda convencido de que não as compraram a algum pescador, na doca. Mas pronto, disseram-me que sim, que foram à pesca e eu dei-lhes o beneficio da dúvida...

As enguias chegaram vivas, como deve ser. Quando já não se mexem, não sabem igual. A enguia tem de ser amanhada viva. Depois já pode esperar uns dias no frigorífico até ser cozinhada, mas ao serem esventradas, é essencial que se enrolem na mão do "amanhador". Fui a um jardim aqui perto roubar um balde de areia fina para deitar por cima delas. Sem a areia, escorregam-nos nas mãos e não se lhes consegue pegar.
Isso é um truque que aprendi com o meu pai. Não se aprende em nenhuma escola de hotelaria. Primeiro porque a hipótese de se cozinhar este prato num curso de cozinha é muito remota e segundo porque se o fizerem, seguramente as compram já amanhadas e limpas (entenda-se abertas na barriga e limpas das tripas). Garanto-vos que poucos chefes de cozinha conseguem efectuar esta operação. Não por que seja nada do outro mundo, mas por ser um prato típico, regional e limitado a uma meia dúzia de zonas do país.

Eu faço-o assim (como aprendi, das mãos de quem sabe fazê-lo):
Num tacho largo e baixo, faço uma cama abundante de cebola e alhos, regada com bastante azeite. Preparo um ramo com salsa, coentros e hortelã (originalmente dispunham-se no tacho, mas algumas pessoas não gostam de ver as ervas soltas), que depois de cozidos retirarei. Descasco batatas grandes e corto-as em rodelas cuja grossura deve ser equivalente à grossura das enguias, para que aguentem a cozedura sem se desfazerem. Corto uma fatia grande de unto de porco que salguei há 3 dias com bastante sal e junto-o no fundo do tacho. As enguias corto-as em pedaços de 5cm, mais ou menos (sem as cabeças), dependendo também da grossura. Levo ao lume tudo em frio, nesta ordem, primeiro a cebola e alho, o ramo de ervas, o unto, as batatas e as enguias em cima, seguindo-se uma ultima camada de cebola. Cubro de água até ficar tudo submerso, sem encher muito o tacho. Depois de levantar fervura, deixo cozinhar por 10 minutos. Nessa altura, provo o caldo e acerto o sal, que nunca se usa no inicio (o tempero já veio do unto salgado). Nessa altura polvilho com açafrão (a que na minha terra chamavam "pó das enguias"), a gosto. Para quem não está habituado, recomendo que o deitem muito lentamente no tacho e que esperem para ver a coloração do caldo. Quando usado em excesso, pode dar um tom muito amarelado e tornar-se enjoativo. Provo uma rodela de batata. Quando a batata está cozida, apago o fogo.

Numa terrina, parto pão de dois ou três dias em pedaços, onde vou deitar parte do caldo da caldeirada, para fazer a famosa sopa de enguias.
Quando há várias pessoas a comer, pode-se também retirar um pouco de caldo para uma malga e acrescentar sal, fazendo uma moura que vai à mesa, para quem gostar de mais temperado.
Esta é a caldeirada de enguias à moda da Murtosa. Como referi acima, este prato é tipico de algumas terras de Portugal e varia ligeiramente de uma para a outra. Existe também o ensopado de enguias, um pouco diferente.
Bom apetite.

Francisco Vieira
(imagens google)

.

648 comentários:

  1. não sou assim tão choramingas... :)
    ahahahah

    ResponderEliminar
  2. eh eh eh eh Anne, estava completamente a leste agora e estive aqui a olhar para isto a ver o que querias dizer :-) E isso que num sou loiro :-(
    Beijos. Gostas de enguias?

    ResponderEliminar
  3. Nunca comi enguias... a que cheiram?
    Mais que os sabores, para mim os cheiros são essenciais!
    Adorei a tua receita, excepto uma coisinha: a hortelã. Mas é embirrância minha, não ligues!

    ResponderEliminar
  4. Storyteller, as enguias cheiram a peixe :-)
    Já as viste pelo menos?

    ResponderEliminar
  5. Olá puto :)

    Está tudo muito bem explicado, mas não sei o que é "unto"...!!! Os "pombos" até que são bastante inteligentes, mas também não podem saber tudo..LOL LOL... Boa semana para ti.

    Abraço.....Norberto

    ResponderEliminar
  6. Boa noite Norberto. O unto é uma panca de gordura que está alojada nas entranhas do porco. Quando o desventras, está colado ao entrecosto. Essa gordura salga-se e depois serve para temperar caldeiradas. Nos supermercados, encontra-lo enrolado, tipo numa trouxa,já com sal, forrado num pano branco. Também há quem faça o sal de unto, que é essa mesma gordura derretida com bastante sal, que serve depois de tempero.
    Esclarecido? :-)
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Esclarecido... até tive direito à repetição do comentário...LOL LOL :)

    Abraço

    Norberto

    ResponderEliminar
  8. STORYTELLER19/10/09

    Ja vi, já! E já estive com algumas na mão. Eu sou Bióloga de formação e tive de andar a mexer em peixinhos.
    Mas nunca comi enguias. Quanto a cheirarem a peixe... há vários tipos de cheiros! Um peixe de mar não tem o mesmo cheiro de um peixe de rio ou de um peixe de viveiro. O tamboril é feio, mas tem um cheiro adocicado; o robalo de mar tem um cheiro inebriante, que nos trasnporta para o mar-alto; a dourada de viveiro tem um cheiro igual a tantos outros, não há nada que a distinga; a lampreia tem um cheiro lamacento; as taínhas cheiram a esgoto; as trutas de rio cheiram a erva; ...
    Ok, já me pus para aqui novamente a divagar...
    Vá, tu consegues fazer melhor: a que cheiram as enguias?

    ResponderEliminar
  9. Storyteller, as da minha Ria cheiravam a maresia, a moliço...as que se encontram agora à venda são de Marrocos e não sei a que cheiram, porque nem tocá-las, quanto mais cheirá-las :-)

    ResponderEliminar
  10. NORBERTO, pois foi e na tentiva de apagar o repetido, apaguei o da Storyteller.
    Sorry, contadora de historias :-)

    ResponderEliminar
  11. Boa! Estás a ver como conseguiste? Sei que é difícil descrever cheiros, mas a imagem e a memória olfactivas são muitíssimo importantes.
    E as enguias da tua Ria devem cheirar divinalmente!

    ResponderEliminar
  12. Sim, a minha Ria e o que dela provinha cheirava a vida, minha amiga. Estás-me a deixar melancólico :-)

    ResponderEliminar
  13. Eh lá! Não era essa a minha intenção... desculpa!
    O melhor é mesmo continuar a dedicar-me ao golfe.

    ResponderEliminar
  14. eh eh eh eh és uma bacana tu :-) Já vais?! ohhhhh

    ResponderEliminar
  15. Fica bem Francisco :)

    Uma boa noite para ti.

    Abraço Norberto

    ResponderEliminar
  16. Não, ainda ando por aqui.
    Mas tenho mesmo de ir dedicar-me ao golfe.
    Acho piada porque eu digo isto e as pessoas riem-se! O que se passa é que estou a escrever uma peça sobre golfe e a vontade de concluí-la é nenhuma...

    ResponderEliminar
  17. eh eh eh estava a ler o teu Welcome. Até corei :-)

    ResponderEliminar
  18. Desculpa, sim?
    Não sei porquê, mas hoje estou em modo epistolar. Escrevo, escrevo, escrevo... mas apenas nos comentários e nos blogs dos outros!

    ResponderEliminar
  19. Por mim, tás a vontade para escrever tudo o que queiras, "miuda"

    ResponderEliminar
  20. Pronto! Com essa apanhaste-me!
    Aviso-te já para teres cuidado, pois eu tenho a mania que sei tudo! E quando não sei, invento!

    ResponderEliminar
  21. Lol, é de miúdas assim que precisamos. Vais notar que as que fazem parte do staff aqui do tasco são todas danadas. Para pamonhas já andam muitas por aí a desfilarem-se todas nestes corredores virtuais. E lá fora também, fonix :-)

    ResponderEliminar
  22. Ahhh! Além disso, ando sempre armada em diva!
    Como diria a Carlotta, personagem do musical «O Fantasma da Ópera»: a diva got to do what a diva got to do!

    ResponderEliminar
  23. Olá Chefe


    Bem, desta vez vou fazer um comentário um pouco colectivo. Para começar digo que um chefe nunca daria a explicação tal como este aqui, embrulharia (assim como quem faz uma bola ou broa de unto). Segredo profissional ou falta de conhecimentos? Talvez! O certo é que nunca transmitem uma receita no seu original (cá para nós Francisco, que pertencemos à Classe. Inovação ou mesmo falta de conhecimentos? Será que tal como o esventrar de uma enguia, saberão também o que é uma bola ou broa de unto, um toucinho alto ou talo? Bem...sei que tudo é bacon, para alguns pelo menos.) e que deveriam sempre fazer acompanhar as receitas da sua primeira versão até por uma questão pedagógica.

    -Norberto denoto um certo interesse em gastronomia e por isso atrevo-me a um concelho que é termos sempre por escola básica na matéria e melhor entendermos e conhecermos os produtos, sermos bons conhecedores da gastronomia tradicional do meio em que estamos inserido, a mesma.. Assim, embora com a diferença de alguns nomes utilizados, chegaremos à compreensão de outros usos e costumes e melhor nos ambientamos quer na sua compreensão quer na confecção.

    -Storyteller. Talvez não haja essa diferença entre sabores e aromas, creio que um sempre denuncia o outro, Saboreando consegue-se captar o odor e pelo mesmo o sabor. Depois não teria essa “embirrância” com a hortelã principalmente se completa ou se completa. A hortelã, embora de sabor intenso, tem como grande particularidade o facto de muito bem se integrar com outros aromas e sabores, realçando-os e dando ao prato um toque delicado e gustativo.

    Por fim, não me dirigindo ao Francisco e não lhe tirando a presença altamente interessante dum verdadeiro conhecedor. Opto por me dirigir aos seus seguidores.
    Na verdade o Francisco já nos deu aqui mais que provas da sua capacidade indiscutível de expressividade escrita. Hoje, muito mais do que isso, dá-nos uma aula de profissionalismo e de vida. O Francisco é um Chefe que se formou utilizando o manual de curso do fim para trás, ou seja, estagiou, fez currículo e só depois frequentou a academia.
    Não me estendo mais, coro já o risco de me tornar cansativo e tornar em prejuízo o que vos quero passar. Deixo mais um concelho: Sempre muita atenção na leitura das receitas do Francisco, elas transportam sempre muito mais do que um rol de ingredientes e quantidades, transportam carinho, abnegação, respeito e sobretudo muita história.


    Francisco, um abraço grande e um bem-haja. Pessoas como tu fazem rejuvenescer a nossa identidade.


    Nota: Norberto nem convém que os pombos saibam de tudo ou saberiam por antecedência, o que poderia desvalorizar a receita, como um bom chefe os gosta de comer. Lol

    ResponderEliminar
  24. Manel, antes de mais boa noite e obrigado pelo elogio que até me fez crescer (quase que atingi os 166 cms). Daqui a pouco as calcas são-me curtas eh eh eh
    Quanto aos Chefs, sabes bem que quem é de escola e não se dedica a estudar o que é tradicional, que não se mistura com o povo, nunca chega a perceber alguns destes truques que tu e eu conhecemos (tu mais do que eu). Isso não os faz melhores ou piores, são diferentes.
    Depois existem os que cozinham para viver e os que vivem para cozinhar...
    Eu nunca ponho a mão em nada que não me dê prazer. Julgo que a diferença está aí.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  25. Storyteller, eu conhecia o termo, mas um pouco mais brejeiro :-)

    ResponderEliminar
  26. Tchirodzi,
    para mim, odores e sabores são indissociáveis. Mas na realidade, o prmeiro impacto que eu tenho sempre, em tudo, é o cheiro. Que tal o cheiro de um caderno novo? Ou de uma revista acabadinha de sair da gráfica. Assim como o toque... importantíssimo. Mas os cheiros... os cheiros para mim são tudo!
    Quanto à hortelã, tenho mesmo um problema com ela. Não gosto do cheiro, nem do toque, nem do sabor. Não gosto do travo que confere ao que a ela se encosta. E abomino que tentem enganar-me com a hortelã.
    Aqui há tempos, num bar em Évora, pedi um chá de menta. A empregada de mesa vinha com o chá na mão, a meio do corredor e já eu refilava com quem me acompanhava de que o chá não era de menta mas sim de hortelã. A rapariga, danada, dizia-me que não. Eu a teimar que sim. Até que pedi para ir falar com o gerente (sou muitíssimo pacífica, mas quando teimam comigoe e eu sei que tenho razão...). O gerente, realmente, confirma-me que o chá era de hortelã porque a menta tinha acabado. Mas como era a mesma coisa, não fazia mal!!!
    Nem imaginas a minha cara a olhar para o homem. Alguma vez a hortelã e a menta são iguais? Nem a forma das folhas, nem a textura, nem o cheiro, nem o sabor!
    Enfim... estórias!
    Quanto à cozinha, prefiro não me pronunciar. Faço doces. Bons. Com muitíssimo prazer. Os outros pratos, faço-os igualmente bem, mas devido a algumas coisas que se passaram nos últimos dois anos na minha vida, deixei de cozinhar como o fazia. Deixei de ter motivação.

    ResponderEliminar
  27. Storyteller, se um dia comeres algo que eu cozinhe, deixa-me saber que é para ti, que eu uso a menta. Duvido que o resto da malta se aperceba :-)

    ResponderEliminar
  28. Olá

    Claro que aceito e sei bem de quantos há que não, podem com a hortelã. Eu adoro-a e por isso mesmo me sinto à altura para falar na mesma. Quando disse que poderia não ser tão embirrenta assim, não foi por não concordância mas sim porque realmente nos podemos valer dela sem que necessariamente confiramos ao prato o seu paladar, mas algo de sensorial desde que com uma combinação de sabores e aromas bem concebidos. Como grande apreciador de hortelã creio consegui-lo quando eu mesmo não detecto o seu paladar.
    Quando ao Chá de menta, infelizmente essa e outras situações ainda se encontram. Falta de conhecimento ou falta de brio profissional deixando-se incorrer em erro por comodismo, valendo-se para se desculparem com a falta de cultura que, na quase generalidade, acontece encontrar nos nossos trabalhadores de hotelaria?
    Lamentável é que assim seja e pelo contrário, não haja uma preparação exigente e obrigatória nesse ramo já que a hotelaria poderia ser um veículo de eleição para um melhor desenvolvimento cultural, cívico e até humano.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  29. Francisco,

    Como sabes estou de clausura blogoesferica mas não resisto a espreitar os blogs da malta amiga e que me perdoem todos os outros que não consigo comentar mas este teu post eu tinha que comentar.

    Eu adoro enguias e eu não tenho uma ria mas tenho um rio, o Tejo que o meu Pai amava e onde passava o tempo que podia a pescar num pequeno bote e o peixe que mais gostava de pescar eram enguias. O meu Pai morreu novo, muito novo, demasiado novo há já 17 anos de saudade e foi a injustiça da sua morte que me fez passar de ateu para agnóstico porque agora quero acreditar que se Deus existe tem um sentido de humor muito retrocido e que um dia me terá que ouvir e explicar o porquê olhos nos olhos.

    Gosto de enguias fritas, aquelas pequenas ou esferográficas como o meu Pai lhes chamava, gosto das grandes grelhadas e gosto em caldeirada, só não aprecio ensopado.

    Já vi que deste com a minha grande amiga ST o que não me espanta porque sei que neste mundo virtual as boas pessoas acabam por se encontrar e não te preocupes que eu um dias destes a ensino a gostar de enguias. :D

    Abraço e até um dia destes amigo

    ResponderEliminar
  30. Pizz Buim19/10/09

    Pessoalmente não aprecio, mas é o maior prato diplomático, embaixador a característico que existe em Portugal, ao passo que as outras iguarias são mais tranversais a várias terras e até regiões, esta caldeirada de enguias é... Murtosa e arredores

    ResponderEliminar
  31. Francisco,
    então combinado! Um dia que cozinhes para mim... menta será!

    Tchirodzi,
    ficas também tu desafiado a cozinhar para mim e com hortelã! Mas terás de ter o cuidado em disfarçar bem bem bem a erva; senão...

    LBJ,
    ai que me derreto com o elogio!!!

    E com esta já arranjei três refeições à borla. Sou mesmo muito boa!
    LOLLL

    ResponderEliminar
  32. Bom dia Jesus,
    Sim, surpreendeu-me esta intervenção. Não contava contigo até ao Natal, mas ainda bem que apareceste. Gostei do teu testemunho e quero dizer-te que percebi palavra por palavra.
    Até as que não escreveste :-)
    Um abraço e volta rápido

    ResponderEliminar
  33. eh eh eh eh bom dia, Contadora!!!
    Sem qualquer tipo de problema. Ainda te digo mais, vocês tiram uma tarde, vamos ali à Ria pescar uns robalos e comem-se ao jantar. Fazemos as entradas a bordo da bateira e o jantar no terraço de casa. O unico que exigo é que lavem a loiça. O resto é comigo :-)
    Mas isto a partir de Março...quando comece a aquecer o tempo.

    ResponderEliminar
  34. Bom dia Pizz. Sejas bem aparecido. Pensei que te tinhas chateado com alguma coisa aqui no canto:-) Tens razão, poucos pratos da nossa cozinha tradicional são tão exclusivos de uma terra, como a nossa caldeirada de enguias.

    ResponderEliminar
  35. Por mim, está feito!
    A louça não é problema (não me peças é para passar roupa a ferro, porque aí refilo e não me calo) e ainda levo sobremesa(s).

    ResponderEliminar
  36. eh eh eh Story, a minha roupa é toda iron-free, exactamente porque detesto essa tarefa. A pouca que precisa de ferro vai à lavandaria e vem prontinha a pendurar no guarda-fatos.

    ResponderEliminar
  37. Ah, bom! Assim está melhor!
    Já agora... tens umas enguias para ti num certo cantinho da blogosfera!
    ;)

    ResponderEliminar
  38. Bom dia Francisco,

    Uma pessoa nao se pode afastar um dia daqui que fazem logo uma festa nas minhas costas, e o pior de tudo e que nem convidaste, mas dispenso caldeirada de enguias, nao aprecio, alias nao consigo olhar para elas, nem elas para mim lol
    Ainda bem que a Story lava a loica, pk hoje tou de folga ehehehhe

    Beijocas
    Ana

    ResponderEliminar
  39. Ana,
    mas comes sobremesas, não comes?
    E sim, volto a afirmar: eu lavo a louça!

    ResponderEliminar
  40. Story

    Claro que como, mas nao posso abusar eheheehehhe
    Olha se tu lavas a loica eu faco a sobremesa, tens alguma preferencia?

    ResponderEliminar
  41. Contadora, já vi e gostei. Obrigado
    Apresento-te a Ana, uma daquelas miudas que fazem parte do staff e que é outra bacana.

    ResponderEliminar
  42. Bom dia Ana. Tens sempre a mania de querer um no saco e outro no papo eh eh eh
    Estavas ocupada, para que te ia convidar? Os rissois estavam bons?
    Uma beijoca :-)

    ResponderEliminar
  43. Pensei duas vezes: entro ou não entro nesta valsa das enguias? Curiosamente há uns tempos atrás, não teria dúvidas e...avançava mesmo! Agora, não quero ferir o gosto colectivo pelas enguias!
    Em confissão pública, confesso: NÃO GOSTO DE ENGUIAS!!!! Fazem-me lembrar cobras, desculpem-me os apreciadores das mesmas. Mas talvez o Francisco não se importe da fazer uma sandocha para mim..pode ser?

    Manel, obrigada pela informação dos Gomes Pereira.Só queria saber se eles eram família dos Gomes Pereira de Quelimane por que esses nomes a que te referes, não me lembro nada e olha que eu conhecia quase toda a gente da minha cidade. Obrigada pela tua atenção.

    Beijinhos para todos e uma belissima semana.
    Graça

    ResponderEliminar
  44. Então cada uma de nós faz uma sobremesa!
    Eu gosto de tudo, excepto: mousse de chocolate (e olha que eu sou doida por chocolate e faço a melhor mousse de chocolate do mundo), pudins, arroz-doce, aletria, chantilly, cremes de ovos (a não ser ovos moles! hummmm! que delícia!), chila, aroma de morango (mas como o fruto), dióspiros...
    Como vês, sou boa boca! LOLLL

    ResponderEliminar
  45. Ana, cuidado com as sobremesas...lembra-te que com os teus 143 cms, não tens muito por onde as calorias se destribuam eh eh eh

    ResponderEliminar
  46. Ora ainda bem! É que ontem passei a noite com as canções dos Eels na cabeça, por causa deste post!

    ResponderEliminar
  47. Saia uma sandocas de coiratos pra Graça!!! eh eh eh bom dia amiga. Pode ser uns jaquinzinhos fritos?! Mas peixe a sério, nao é como os peixinhos da horta que se comem na terra do Jesus, que de peixe nem o cheiro :-)

    ResponderEliminar
  48. sim tou a ver ke es de boa boca, mas vamos ter ke comer por nos as duas e pelo Francisco, e que ele agora tem a mania que e o Brad Pitt ca do sitio e anda de dieta lol
    Andas com a fita metrica avariada lol

    ResponderEliminar
  49. Story, para ovos moles tinhas que vir para os meus lados fazer o estágio. Nao inventes!

    ResponderEliminar
  50. ola Graca bom dia,

    Olhe ja somos duas, eu penso o mesmo das enguias, ate arrepia lol

    ResponderEliminar
  51. ah ah ah ah Ana, Bradd Pitt?! Quando muito o Bruce...ainda assim teria que usar umas plataformas :-)

    ResponderEliminar
  52. Francisco,

    Acreditas que nem provei lol
    Isso de fechar o tasco cedo tem ke acabar, ontem que te ia levar ai umas amigas para pagares o cafe, tu fechas a porta lol

    ResponderEliminar
  53. eh eh eh eh Ana, olha do que me livrei!

    ResponderEliminar
  54. ahahhhaha eu ca nao trato por Bruce, da ultima vez que o fizeram, tiveste que desvendar um misterio lol
    Olha depois queixa-te que sao vao ai mulheres de barba ao tasco ahahahahah

    ResponderEliminar
  55. ah ah ah ah Ana, essa do mistério faz parte de um esquema que tu ainda não percebeste, porque não houve tempo de te explicar. Realmente o tasco anda muito mal frequentado :-(

    ResponderEliminar
  56. Eu não disse que fazia ovos moles. Eu gosto é de comê-los! Esses que há aí para os teus lados...

    Eh, lá! Brad Pitt? Onde? Vou já a correr! Ainda por cima é um cota, tal e qual como eu gosto!

    ResponderEliminar
  57. Story, e eu a pensar que entendias "cotas" por um Sean Connery, ou assim :-)

    ResponderEliminar
  58. Eu ca tambem gosto mto. de ovos moles, mas de Aveiro, porque aki sao amostras rsrsrsrsr.
    Story quando tiver de novo com o Brad Pitt eu chamo-te, somos amigos pessoais lol

    ResponderEliminar
  59. Pois sr. Francisco tou a ver ke andam por ai mtos. misterios para serem desvendados, mas como tu ja me conheces, eu descubro rsrsrsrsrsrs

    ResponderEliminar
  60. Mulheres...Brad Pitt...isso são os instintos maternais, não?!
    Estou aqui a pensar se a Story será maior de idade...se acha o outro cota...

    ResponderEliminar
  61. Ui ui ui...AVISO À TRIPULAÇÃO: Quem tiver rabo preso que se retire, porque quando a Ana entra em campo, não fica pedra sobre pedra :-)

    ResponderEliminar
  62. ahahahha pois tem cuidado, que entao tu para a story tambem ja es cota lol
    Oh Story, aki para nos, que ninguem nos ouve, o Francisco e o Bradd Pitt ca do sitio, so que esta disfarcado com menos cabelo lol

    ResponderEliminar
  63. ahahahahah oh pa ja tas afugentar o pessoal com medo de mim, sou uma inocente rsrsrsrs

    ResponderEliminar
  64. Ana, agradeço a intenção, mas não pago publicidade :-)

    ResponderEliminar
  65. Inocente?! Quando tu fores inocente, eu sou o Santa Clauss, fonix !!!

    ResponderEliminar
  66. Tudo o que ultrapasse a barreira dos 40, para mim é cota! O Brad Pitt tem 45 anos, logo... cota!
    O Sean Connery é maduro!
    LOLLL

    Se sou maior de idade? Sou, mas no meu íntimo sou uma eterna miúda!

    Ana,
    além do Brad Pitt, conheces o Gerard Butler? E o Jeffrey Dean Morgan? E o Colin Firth? E o Clive Owen?
    Ahhh! Que cotas mais lindos!

    ResponderEliminar
  67. a publicidade e gratuida :-)

    ResponderEliminar
  68. ahahahahahha oh Francisco podes tar tranquilo afinal ainda nao es considerado cota, so tens 30 e troca o passo lol
    Sim conheco-os a todos, eu depois passo-te os contactos deles eehehehheeh

    ResponderEliminar
  69. tu para Santa Clauss so te falta as barbas lol

    ResponderEliminar
  70. Isto está bonito...será que o açafrão é afrodisíaco?!
    Ainda não percebi porque é que de cada vez que publico aqui uma receita, dá nisto :-)

    ResponderEliminar
  71. Ana, pensas tu...ja entrei nos entas. Tenho de me por a pau. Se a Story me apanha, chama-me um figo eh eh eh

    ResponderEliminar
  72. olha se calhar e da hortela, e que tambem nao gosto eheheheheh

    ResponderEliminar
  73. oh pa eu so te estava a tentar proteger das maos da story, ehehehehehe
    Eh la se es um figo tambem gosto, adoro figos lol

    ResponderEliminar
  74. EhPa!! Não gostam de nada e do que gostam, deixa-as assim com comportamentos de quem viu passarinho novo :-)
    Raios me partam se a próxima receita não vai sair só de agua e sal!!!

    ResponderEliminar
  75. para a proxima tens que por aki a receita duns camaroes picantes a minha moda lol

    ResponderEliminar
  76. Obrigado Ana. És um anjo. O que havia de ser de mim, sem ti :-)

    ResponderEliminar
  77. eh eh eh piorou...PICANTE?! E depois quem vos aguenta?! :-)

    ResponderEliminar
  78. Toda a gente sabe que o açafrão é afrodisíaco!
    Já estás nos entas? Então, oficialmente, és um cota! Mas fica descansadinho, que as minhas mãozinhas (lindas, por sinal!) não andam pela Ria. É mais pelo rio...
    ;)))

    ResponderEliminar
  79. ahahhhahaha prontos nao exageres no picante

    ResponderEliminar
  80. oh Stoyler aqui o rio mais perto e do Market lol

    ResponderEliminar
  81. Contadora, pois deve ser...é o que eu digo, vou comecar a cozinhar tudo de agua e sal.

    ResponderEliminar
  82. ups ja te troquei o nome, ehhehe story

    ResponderEliminar
  83. agua e sal nao obrigado, nao tem sabor lol

    ResponderEliminar
  84. Prontos, misturo-lhe umas ervas aromáticas. Mas nada que faça subir a adrenalina. Já basta o que basta :-)

    ResponderEliminar
  85. ok. Mas ve la que ervas aromaticas lhe misturas, nada de hortela rsrsrs

    ResponderEliminar
  86. Hortelã já sei que não pode ser, senão a Story faz-me uma escandaleira, como fez à garota da cafetaria :-)

    ResponderEliminar
  87. Do bar, Francisco. Do bar.
    Era o Touareg em Évora.
    E não, hortelã não pode ser. Desato logo aos berros!

    Nota: já viste a quantidade de comentários que este post das enguias tem?
    Impressionante!

    ResponderEliminar
  88. QUE CHEIRINHO, FRANCISCO! MAS SÓ COMO SE FOR FEITA POR TI...
    BEIJO DE LUSIBERO

    ResponderEliminar
  89. eh la, tens que ter cuidado nao ponhas a story aos "berros" senao acorda-me os putos lol

    ResponderEliminar
  90. Story, então já não disse ali em cima que sempre que publico receitas, dá nisto? Mais do que isto só houve o dos boxers acorrentados

    ResponderEliminar
  91. Bom dia Maria. Qualquer dia :-)
    Beijos

    ResponderEliminar
  92. eh eh eh Story, xiuuuu...a Ana é babysitter :-) gasta uma nota preta em gotas para os conseguir adormecer. Evita acorda-los, sff....

    ResponderEliminar
  93. O Francisco ficou famoso com os seus nao menos famosos boxers acorrentados, olha e melhor tu ires por-te ao corrente e procurares um post sobre boxers, olha para te ajudar vai ao mes de Agosto, hehehehehhee
    Ainda ca falta a nossa amiga Susana, para ajudar na festa, daqui a pouco aparece e diz ke so falamos em comida lol

    ResponderEliminar
  94. ah pois que as gotas sao carissimas lol

    ResponderEliminar
  95. Boxers acorrentados soa-me bem... Espera lá! Estás a falar de cuecas ou de cães? Se for de cuecas, posso dizer que gosto muito de boxers. Os homens ficam muitíssimo bem vestidos de boxers. Ficam compostinhos!
    Se for de cães... ai!!! Que saudades! A minha última boxer (a Smarty) morreu em Novembro do ano passado e ainda não tive coragem de arranjar outro cão. Neste momento tenho a Eva (a minha primeira gata, daí o nome), mas não é a mesma coisa. Eu sou uma dog lover e não uma cat lover!
    Quanto aos berros... Ana, fica descansada pois as minhas criancinhas também acordam! LOLLL

    ResponderEliminar
  96. ahahahahahh Story aki nao falamos de caes porque sou alergica ao pelo deles, falamos mesmo de homens de boxers, ou melhor "O DIA DE FRANCISCO EM BOXERS", ainda por cima fechados a cadeado, mas nao te preocupes que encontrei uma chave, so tou a espera da reuniao de grupo das spice ca do sitio para desvendar-mos o misterio lol

    ResponderEliminar
  97. Story achas mesmo que ficam bem vestidos de boxers? :-)

    ResponderEliminar
  98. Bem, eu acho que os homens ficam melhor despidos, mas de boxers ficam bem compostinhos...

    Beixa-me lá ir espreitar o mês de Agosto...

    ResponderEliminar
  99. oh Franciscoooooooooooooooooooo poe a bola no canto superior do ecra :-)

    ResponderEliminar
  100. vai la espreitar, mas olha que os boxers do Francisco deram quase em ceroilas lol
    Para te ajudar ha mais que um post sobre os famosos boxers :-)

    ResponderEliminar
  101. http://namoradodaria.blogspot.com/2009/08/boxers.html


    Não disse já que cada vez que publico uma receita, dá nisto?
    Em Agosto postei uma receita para um churrasco, mas como já viste, as minhas receitas trazem sempre uma história. Nesse dia cometi a asneira de confessar que durante todo o dia andei apenas de boxers...foi o que elas quiseram ler!

    ResponderEliminar
  102. ahahha ja tou com medo no que ira parar esta receita de enguias lol

    ResponderEliminar
  103. Eu não digo?! Sois umas depravadas, é o que é :-)

    ResponderEliminar
  104. Hoje tas inspirado, que bonito video lol
    E depois nos e que somos depravadas rsrsrsrsrs

    ResponderEliminar
  105. Bom ò Francisco, Atão? Assim não dá eu preciso de estar em retiro, venho espreitar que sou cusco e dou com esta festa :D

    Espero que o convite para o almoço também me inclua porque a ST não vai sozinha até porque ela nem deve saber onde é a Ria, porque isto é menina que quando migra é sempre para Sul, já eu sabes que até tenho por aí família.

    Mas pronto esta dos boxers é uma informação interessante :)

    Inté que me vou de novo retirar.

    ResponderEliminar
  106. Nao desconcentrem a Story que ta a ler eheheheh

    ResponderEliminar
  107. Oh Jesus, eu estava aqui quietinho até estas meninas entrarem, pá! Já vi que foi do açafrão, de certeza e prometo que a próxima receita será de água e sal. A ver se lhes acalmo os ânimos :-)

    ResponderEliminar
  108. Calma, que falaram em cadeados, daqui a pouco temos por ca o ferreiro do Manel :-)

    ResponderEliminar
  109. claro que o Manel ja sabe que vai ter ke nos ajudar com o material dele para cortar o cadeado lol

    ResponderEliminar
  110. É que isto até já me parece mais uma sala de chat, do que um blog. Ana, o clube da amizade, se sabe disto, ainda me processa. E a culpa é tua! Tu é que pões isto tudo a arder e depois ris-te :-)

    ResponderEliminar
  111. eh eh eh Ana, com o material?! Eh lá!!! Será que querias dizer ferramentas e escapou-te a boca prá verdade?

    ResponderEliminar
  112. LBJ,
    então não sei onde é a Ria? Por quem me tomas? Eu tenho a mania que sei tudo, lembras-te? Humpf!

    Além disso, aqui há uns aninhos andei a fazer um trabalho para a faculdade nas Dunas de S. Jacinto. E já fui a Aveiro! Foi onde passei a odiar o Sandokan!

    E se migro para Sul é porque não tenho companhia para migrar para Norte.

    Aliás, de vez em quando até vou ao Norte, pois a minha segunda família, que me acolheu num dos momentos menos coloridos da minha vida, está no Porto. E são de Coimbra. E têm uma casa na Ria. Ora toma!

    Pronto, agora que já desbobinei a minha vida toda... já li os boxers! LOLLL
    Percebo bem porque deu azo a tanto comentário!

    Entretanto detive-me no teu post «Amazing Grace». É uma música que adoro e a versão do Elvis arrepia-me, assim como a versão da Leann Rimes. Viste o filme «Amazing Grace»? Ok, chegou a Portugal com 3 anos de atraso e, cá em Lisbos, só esteve no Cinema City Classic, em Alvalade (esse bairro maravilhoso, que nada tem a ver com o Sporting), durante uma semana. Mas que filmaço!

    ResponderEliminar
  113. Obviamente que eu queria escrever Lisboa e não Lisbos...

    ResponderEliminar
  114. Se fores processado olha azar, eu levo-te la uns camaroes picante e arroz doce :-)
    Pois, mas tu entendeste ahahahahah, nao me conseguia lembrar da serra electrica lol, sua mente depravada!!!!

    ResponderEliminar
  115. Oh Manel, a serra electrica ainda funciona? o Francisco ta a pedi-las lol

    ResponderEliminar
  116. Story, vi o filme e gostei muito. Olha, uma experiência a repetir brevemente, já que falas nisso.

    Jesus, agora desenrasca-te! Tens de convidar a Story a comer uma francesinha, cuaragu :-)

    ResponderEliminar
  117. Nem me fales em serra eléctrica perto dos boxers, que até me arrepio :-)

    ResponderEliminar
  118. ahaahhah comecas logo a suar :-)

    ResponderEliminar
  119. Eu gosto de francesinhas!
    Basta tirar a salsicha, o queijo, o fiambre e a molhanga! Fica uma francesinha à maneira!
    LOLLL!

    (estou a brincar...)

    ResponderEliminar
  120. Ana,
    fica a suar e a arrepiar-se todo ao mesmo tempo...

    ResponderEliminar
  121. eh eh eh Oh Story, para comeres uma sandes de fiambre nao precisas de vir ao Porto gastar a gasolina ao Jesus :-)

    ResponderEliminar
  122. Meninas, quanto a serras, num brinqueis com coisas serias, pela vossa saude :-)

    ResponderEliminar
  123. kem anda para aki a falar em francesinhas, tambem chega para mais uma?
    Nunca comi mas tenho curiosidade em provar um dia, rsrsrsr
    Afinal quem paga? se alguem pagar tambem aceito lol

    ResponderEliminar
  124. nao vale a pena tentares fugir e so chegar o Manel e a Susana e estamos preparadas para o corte lol

    ResponderEliminar
  125. Corte?!...da*$#*(se) que até me doeu a alma!

    ResponderEliminar
  126. Querem ver que tenho de postar aqui a minha receita das francesinhas? E do molho?

    ResponderEliminar
  127. ahahahahah ate eu ouvi o teu grito de panico lol

    ResponderEliminar
  128. olha postar nao digo, mas se fizeres ate como lol

    ResponderEliminar
  129. Sandes de fiambre? Mas eu retiro o fiambre! Deixo é o bife! E eu por um bom prego faço tudo!

    Bem, se calhar agora voltava a dedicar-me ao golfe... esta coisa não está a sair nem por nada, caramba! E ainda vou ter de dedicar-me, após o golfe, aos candeeiros de papel. Só a mim!

    Prefiro mil vezes umas belas células totipotentes em medicina regenerativa que o raio de um campo de golfe na Sicília!

    ResponderEliminar
  130. primeiro tenho de comprar o rabo

    ResponderEliminar
  131. Story o problem do golfe tem a ver com o taco que se usa lol

    ResponderEliminar
  132. Desgraçado! O grito chegou até aqui ao aeroporto!

    ResponderEliminar
  133. Storyteller pois, pelo bife tambem nao compensa a viagem. Alem disso, a carne do norte é mais dura. Dizem...
    Olha estavas a falar tão bem, tinhas de pensar logo em trabalho :-)

    ResponderEliminar
  134. Ana, o problema do golfe é eu não conhecer o jogo. E detesto escrever sobre algo que não conheço...

    ResponderEliminar
  135. Que queres? Tenho três peças para entregar daqui a duas horas e ainda só tenho uma escrita!
    Arghhh!

    ResponderEliminar
  136. oh Francisco afinal que rabo vais tu comprar? de voi ou de baca?

    ResponderEliminar
  137. olha isso e que e pior, mas se precisares de ajuda nao me incomodes lol

    ResponderEliminar
  138. De vitelo, para ser tenrinho...
    ;)

    ResponderEliminar
  139. Ana, também não percebes nada de golfe, é?
    Mas vejo as coisas pelo lado positivo: imagina que era sobre críquete?

    ResponderEliminar
  140. Rabo de boi, claro! Para o molho. Chef que se preze faz tudo de raiz! Ou pensas que compro tudo empacotado como se ve por todo o lado?

    ResponderEliminar
  141. Ora nem mais! Até parece quando faço os meus profiteroles e outros choux. Antes de provarem, perguntam-me sempre se são os do Pingo Doce. Haja pachorra!

    ResponderEliminar
  142. oh faxfavorrrrrrrrrrrrrrrrr entao sai uma francesinha para o meu almoco, mas com direito a delivery lol

    ResponderEliminar
  143. Story para a proxima que fizeres protiferoles chama o pessoal, tambem gosto lol

    ResponderEliminar
  144. Eu gosto de sopa de rabo de boi. Daquela da Knorr!
    LOLLLLLLLLL

    Pronto! E com esta tirada o Francisco vai fazer-me comer o raio da enguia crua!!! O que não é boa ideia, pois o seu sangue é tóxico (foi utilizado numa investigação, que recebeu um Nobel da Medicina e Fisiologia, sobre a anafilase - choques anafiláticos ou choques tóxicos)...
    Se não fosse tóxico, até a experimentava crua, pois gosto imenso de sentir as texturas e os sabores dos alimentos crus (não estou a falar de sushi, ok? embora adore sushi!). É tão bom sentir o polvo cru na boca...

    ResponderEliminar
  145. olhem o blog do Francisco tem efeitos dieteticos, ahahahahhaha
    Com tanta comida a frente e sem se poder comer, sempre se perde uns kilitos lol

    ResponderEliminar
  146. eu ca nao como nada cru, tudo cozido lol

    ResponderEliminar
  147. Fica combinado que depois de Março, quando o LBJ amavelmente meter gasóleo no seu belo carro (embora o meu seja muitíssimo mais lindo, deixem-me dizer) e me faça migrar a Norte, levo os profiteroles!

    ResponderEliminar
  148. Amigo Francisco

    Demora sim, mas não podemos permitir que demore demais, a sutileza do amar envolve coração e razão. Por isso temos que estar atentos sempre.
    Não sabia que vc cozinhava?? Quando retornar a Portugal vou almoçar contigo...rs..rs...

    Abs

    Gilson

    ResponderEliminar
  149. Nem sabes o que perdes!!! Há certos alimentos cujo sabor em crú é completamente diferente. E a textura. E a estrutura. Tudo!

    Vá lá, Francisco. Diz lá à Ana que há alimentos que se devem experimentar das duas formas: crús e cozinhados!

    ResponderEliminar
  150. olha o meu azar bueeeeeeeeeeeeeeee, nao estou a norte, estou mais a oeste lol

    ResponderEliminar
  151. Ainda bem que voces num conseguem comer nada do blog...eu ja nao existiria :-)

    ResponderEliminar
  152. xiuuuuuuuuuuuuu oh Story nao desconcentres o Francisco que deve tar de volta do rabo de voi, para a minha francesinha, ehehehhehehe
    Pera ai a francesinhas levam rabo de voi????????????? ja nao kero, ahahhaahhaha nao gosto de rabos....

    ResponderEliminar
  153. ahahahah eu sempre ouvi dizer que e dos carecas que elas mais gostam lol

    ResponderEliminar
  154. Como podes dizer que não gostas de rabos?!?! Heresia! Olha que há rabos bem jeitosinhos. Eu conheço uns quantos! Não é que lhes tenha posto as mãos em cima (sou muito selecta com os rabos onde as minhas mãos páram), mas vejo que são jeitosinhos...

    ResponderEliminar
  155. Story, esta boca nao e directamente para ti, mas parecia mal dirigir-me apenas a Ana eh eh eh

    ResponderEliminar
  156. ahahahahaha depende do tipo de rabo que estejamos a falar :-)

    ResponderEliminar
  157. Gilson, bom dia para ti. Nem te vi entrar. A Ana, que tem 143 cms, estava na minha frente :-)
    Nao te preocupes, quando chegares tambem comes. acrescenta-se mais duas batatas no tacho eh eh eh

    ResponderEliminar
  158. eh la, tu ja andas a mandar bocas so para mim, como diz o outro, ai o meu comando :-)

    ResponderEliminar
  159. ahahahhahah tapei-te a visao, mas tu tens 1.80 mt devias tar sentado lol

    ResponderEliminar
  160. Francisco, por quem sois?
    Eu consigo bem aguentar-me à bronca!

    É bronca que se utiliza nesta expressão? Ou será batata? Banana? Bitoque? Bemmmm, deu-me cá uma branca... deve ter sido do açafrão!

    ResponderEliminar
  161. Story nao devias ter abusado no acafrao lol

    ResponderEliminar
  162. Sei lá...Não quero espantar caça logo no segundo dia :-)

    ResponderEliminar
  163. Podes crer! Agora estou a ver tudo amarelo! Até os amarelados campos de golfe da Sicília...

    ResponderEliminar
  164. Ana minha amiga, os tigres estao adiantados?

    ResponderEliminar
  165. eh la nao me posso ausentar uns minutos ja andam os dois a caca, rsrsrs
    olhem mas kem cacou fui eu, uns tigres do mar lol

    ResponderEliminar
  166. eh eh eh eh story, vai com calma com o golfe. Ainda te perdes nos campos e se fores da altura da Ana, nunca mais te encontramos :-)

    ResponderEliminar
  167. Ana, tenho-te de te instalar um corrector. Essas palavras sem acentos ficam manhosas eh eh eh

    ResponderEliminar
  168. Eu sou um bocadinho mais altinha... mas não muito!
    E já estou mesmo quase a acabar o segundo texto de golfe...

    ResponderEliminar
  169. ahhahahahah Story nao te preocupes que se fores da minha altura estamos bem, da para ver o Francisco no tasco dele, que tem umas janelas com 2 metros de altura lol

    ResponderEliminar
  170. oh Francisco de promessas ta o mundo cheio ja andas a prometer ha uns meses por um corrector e nada rsrsrsrs

    ResponderEliminar
  171. Não é o mundo, mas sim o Inferno: de promessas está o Inferno cheio!
    MAs cá para mim o Inferno deve ser um lugar bem catita... de deboche!

    ResponderEliminar
  172. olha eu kd. morrer kero ir para o inferno e la ke ta o jete sete coisa e tal, tao os bons todos la, os bons advogados, os bons doutores, os bons , os bons juizes, os bons artistas, os bons musicos, ate os bons tasqueiros, ahahahha, imagina a festa que nao sera akilo cheio de cotas lol

    ResponderEliminar
  173. Eh lá!!! Cheio de cotas? Cotas giraços?
    Então também vou!
    Aliás, eu nem teria outra hipótese já que «as meninas boas vão apra o Céu e as más para toda a parte!»

    ResponderEliminar
  174. Bem...mas que ...é esta, fui posto fora de bordo? Cuidado, muito cuidado não vá a bateira adornar!
    ...Com tanto doce, os meus conventuais ficam de fora. Não quero cá misturas...

    Storyteller como é mesmo a tua aletria doce?
    Desconfio que irá ser isso que te apresento a sobremesa principal já que és apreciadora de aletria e possivelmente não conheças a que te apresentarei.

    Francisco, temos que conversar...


    Abraço aos três

    Ana não podes associar boxers com enguias com boxers, o cadeado nada resolveria...

    ResponderEliminar
  175. Desculpem "com boxers" está a mais

    ResponderEliminar
  176. Deve ser, mas sera que por la os alimentos sao servidos crus ou cozidos?
    Sera que tambem servem rabo de voi ou de baca?

    ResponderEliminar
  177. Correcção: aquela lista é das coisas que eu NÃO gosto. Não gosto de aletria, embora em tempos a fizesse porque o meu ex-marido era fanático por aletria. E usava uma receita da mãe dele, que é transmontana.

    Atreve-te a não fazeres doces conventuais! Tudo o que meta gemas e açúcar... ui!!! E com amêndoas à mistura... ai!

    Já agora, conhecem um bolo típico do Sul para onde costumo ir - mais concretamente Lagos - chamado Misto Algarvio? É, como não poderia deixar de ser, feito com alfarroba, figos e amêndoa. Divinal!

    ResponderEliminar
  178. Lá os alimentos são servidos da forma como quiseres e onde tu quiseres ;)

    Rabo de voi, de baca ou de bitelinha tenrinha. É só escolher!

    ResponderEliminar
  179. Ola Manel bom dia

    Nao me podia esquecer da tua serra electrica, nunca te iremos por fora de bordo, ainda vamos precisar de ti e da tua ferramenta lol
    Pois se calhar nao combina muito bem, enguias com boxers, normalmente e enguias com batatas lol

    ResponderEliminar
  180. nao me digas que ha por la de tudo, mas eu agora fico mesmo aki por terra de volta dos tigres ke tao na cozinha, lol

    ResponderEliminar
  181. Tu tens tigres na cozinha e eu tenho... ora deixa-me ir lá ver... pois! montes de roupa para passar!

    ResponderEliminar
  182. ahahahah e a vantagem dos States, aqui a roupa ja sai da maquina de secar passada a ferro loool

    ResponderEliminar
  183. Quê? Tu estás nos US of A? Isso é longe, rapariga!

    Só aí estive uma vez... ;(

    ResponderEliminar
  184. Eina pa!!!Mas que rebaldaria vem a ser esta aqui?! Ai que se me vai a reputacao. A do blog...porque a minha ja anda pelas ruas da amargura :-)

    ResponderEliminar
  185. BREAKING NEWS (uma vez que há pessoal nos US of A): acabei o golfe!!!
    Yeah! (para continuar a homenagear a malta dos US of A). Sou boa! Muito boa! Boa! Boa! Boa!


    (e agora aparecia aqui o LBJ a dizer: e muitíssimo convencida!)

    ResponderEliminar
  186. Oh Manel, tava a ver que nunca mais entravas para por ordem nisto. Elas a mim ja num me respeitam

    ResponderEliminar
  187. prontos entao fica o convite para vires ca outra vez, rsrsrs, mas ja sabes vais ter ke fazer os profiteroles para a je lol
    O Almoco faz o Francisco, umas Francesinhas ahahahha

    ResponderEliminar
  188. o Manel ja ta do nosso lado, tu nao consegues chantagea-lo de novo ahahhahahahha

    ResponderEliminar
  189. foi impressao minha ou ouvi por aki o Herman Jose, a cantar? lol

    ResponderEliminar
  190. Eh eh eh eh ando aqui mais perdido que uma barata tonta...ausento-me 10 minutos e encontro 20 comentarios novos quando volto

    ResponderEliminar
  191. Sandra minha amiga. Referes-te as enguias, aos boxers, ou ao Brad Pitt???

    ResponderEliminar
  192. Espero que estejas é num sítio diferente de onde eu estive. Eu estive na Flórida, mais concretamente em Fort Lauderdale e nas Keys. Ahhh! Que água quentinha...

    Infelizmetne, só vi a Grande Maçã bem lá ao longe. Chorei que me fartei, mas o raio do piloto não me deixou sair de pára-quedas! Não estou a ver muito bem porquê... feitios!

    ResponderEliminar
  193. Quem te mandou, Francisco?
    As enguias puseram o pessoal doido! Deve ser da forma e da textura: escorregadias...

    Pronto! Lá estou eu a abadalhocar este local respitável...

    ResponderEliminar
  194. eh eh eh eh eh eh Story, tenho a certeza que te desiludirias se caminhasses nas ruas da big apple

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Este espaço é seu. Use e abuse, mas com respeito, principalmente por quem nos lê. Francisco