À volta dos tachos


Como já vem sendo hábito, vou partilhar convosco dois pratos que fiz este fim de semana e que considero terem ficado dignos de mostrar. Um deles é um prato comum, Bacalhau com Todos (com batatas, ovos e legumes, para quem não sabe) que normalmente se faz cozinhando tudo apenas em água e sal. Eu faço-o diferente. Considero que apenas os verdadeiros amantes de bacalhau o conseguem apreciar cozinhado da maneira tradicional. No entanto, se o confeccionarmos e apresentarmos de outra forma, apuramos os sabores e fica mais apelativo à vista.
No Sábado, farpei os lombos de bacalhau em lascas, levando-os a saltear numa frigideira com um fio de azeite, cebola, pimentos e alhos laminados. Temperei com pimenta fresca e reservei.
Cozi batatas e ovos, que depois de arrefecidos cortei em rodelas.
Noutro tacho, salteei couve lombarda em Juliana e cenouras cortadas finas. No final, juntei tudo numa assadeira, disposto em camadas intercaladas, reguei com mais um pouco de azeite e levei ao forno a gratinar por 15 minutos. Antes de levar à mesa, enfeitei com azeitonas e salsa verde picada e salpiquei-lhe umas gotas de azeite cru, que dá sempre um aroma agradável ao peixe. Aroma e sabor.
Como podem ver, fica um pouco mais trabalhoso do que o tradicional Bacalhau com Todos, mas o aspecto é indiscutivelmente outro, e o sabor também.



Para o almoço de Domingo, pensei num prato especial. Diferente, simples de confeccionar, mas delicioso. Vieiras e Gambas salteadas com legumes, numa cama de esparguete cozido apenas de água e sal.
Comecei por descascar as Gambas, que levei a saltear juntamente com as Vieiras numa frigideira com azeite, alho e meio chouriço picado em mini-cubos. Depois de ligeiramente alourado, juntei-lhe um tomate maduro cortado em gomos finos, um punhado de macedónia de legumes, afoguei com meio copo de cerveja, temperei de sal, molho picante e uma pitada de Açafrão das Índias. Depois de cozinhar em lume brando durante 5 minutos, salpiquei com umas gotas de Cognac, abafei e deixei repousar.
Empratei fazendo uma cama de esparguete, onde deitei o marisco e os legumes, regando abundantemente com o molho de alho. Modéstia à parte, ficou uma delícia. A esparguete e os legumes "al dente", e os mariscos exactamente no ponto.
Desafio-vos a experimentarem em casa e depois digam-me alguma coisa.

Francisco Vieira

6 comentários:

  1. Tudo de dar água na boca. O espaguete está com um aspecto divino.

    Que cozinheiro aplicado que és tu, meu amigo.

    Um grande beijinho e uma ótima semana para ti.

    Daqui vou ao Vale dos Sentidos.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Francisco

    Que rico amigo que eu tenho... cozinha umas coisas tao deliciosas e nem convida :(
    O prato de esparguete ja provei e posso assegurar que e de comer e chorar por mais lol

    beijocas

    ResponderEliminar
  3. Bonjour meu querido amigo,

    Tu preparas de um modo que sempre me deixa com vontade de provar, mesmo sabendo que não consigo comer toda esta delícia.
    Os legumes e o espaguete... hummmmmmmmmmmmmmmmmm
    Quero, quero...

    Beijos e boa semana para ti.

    ResponderEliminar
  4. Hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!
    Que delícia!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  5. Francisco
    Estão apetitosos os teus pratos.
    Vou experimentar.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  6. Tu fazes-me um mal ao colesterol...

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita. Este espaço é seu. Use e abuse, mas com respeito, principalmente por quem nos lê. Francisco